Crônicas de Vëlimir
Seja bem vindo, ó nobre aventureiro ~! Que os bardos cantem a vossa glória na jornada que se apresenta diante de ti.

Inscreva-se no universo de Vëlimir e venha vivenciar diversas aventuras ao lado dos Guardiões dos Elementos!

Conheça o Universo de Vëlimir e divirta-se!

Venha participar do universo de fantasia de Vëlimir no RPG "Os Guardiões dos Elementos"! Torne-se um novo herói ou um vilão e deixe aqui a tua marca ~!

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Lhäsfrein eos'Dasaförv

Ir à página : Anterior  1, 2

Ir em baixo  Mensagem [Página 2 de 2]

1 Lhäsfrein eos'Dasaförv em Sab Out 07, 2017 4:06 pm

Achlys

avatar
Achlys
Achlys
Relembrando a primeira mensagem :

Residência oficial dos Príncipes Imperiais de Thyrmëin, Celthric e Aristanae

http://cronicasdevelimir.forumeiros.com/forum

26 Re: Lhäsfrein eos'Dasaförv em Ter Fev 13, 2018 12:44 am

Alaena

avatar
Admin. Aelin
Admin. Aelin

Num momento, ao lado de Gehirn nos arredores da mansão, não havia nada, só as árvores frondosas e as sombras que se alongavam à medida que o Sol desaparecia no horizonte– e tão rápido quando um piscar de olhos ou o bater de asas de uma borboleta, Aldrik estava ali, sentado num galho, observando o palacete enquanto recostava-se no tronco de forma quase indolente. Abriu um sorriso com o comentário de Gehirn, cruzando as pernas.

- Mas qual seria a graça disso?- Indagou com um sorriso de lado se formando no rosto anguloso. Colocou a mão no peito e fez uma cara afetada.- Ah, senhores poderosos do Império! Somos ilustres visitantes atrás de informação de um povo notoriamente fechado, podemos entrar?- Disse de forma dramática, antes de rir para si mesmo. Gehirn já lhe passara as informações, e em menos de metade segundo estava de pé ao lado do irmão.- Não me surpreende que a segurança seja tão escassa. São príncipes de Thyrmëinn. “Intocáveis” é provavelmente um dos vários títulos estúpidos que eles se atribuem, juntos a “Superiores”, “Magníficos”, “Divinos” e “Senhores Supremos dessa Terra impura da sola dos nossos pé”.



I'VE SEEN INSIDE THE TERRORS
and now i can't go back
http://evalinashryver.tumblr.com

27 Re: Lhäsfrein eos'Dasaförv em Qua Fev 14, 2018 1:07 am

Elyss

avatar
Admin. Elyss
Admin. Elyss


O completo desconhecimento por parte do colega do que "discrição" poderia significar rendeu-lhe um suspiro pesado, que se perdeu entre as zombarias exclamadas pelo outro Rozencreux. Tratou de arrumar os óculos, empurrando-os de volta para o início da ponte do nariz, enquanto estreitava os olhos para enxergar entre as sombras que se alongavam na paisagem.

- Os recentes eventos no oriente fazem jus aos títulos, afinal, não é por qualquer motivo que os Zhao Wen e tantas outras famílias de Yen'Darin desembarcaram nesse hemisfério. - ele aponta. Até duas noites atrás, o maior interesse era exatamente na chegada dos irmãos Zhao Wen e as relíquias de um império milenar que poderiam trazer consigo, mas tudo drasticamente mudou a partir da noite do baile e os Lhäsfrein eos'Dasaförv, além do intrigante tumulto que se seguiu. Ele e Zeno suspeitavam que os dois eventos estariam conectados, daí a pressa em investigar uma arma desconhecida e ameaçadora até para eles. - Mas eu esperava uma recepção, no mínimo. - comenta, erguendo a sobrancelha, enquanto a planta do imóvel passava por sua cabeça: precisou decorá-la na noite anterior devido à pressa, e mesmo assim nada lhe chamou a atenção, nenhum traço que indicasse um cômodo secreto ou uma passagem.

http://scraphim.tumblr.com/

28 Re: Lhäsfrein eos'Dasaförv em Qua Fev 14, 2018 1:21 am

Alaena

avatar
Admin. Aelin
Admin. Aelin

Soltou um pequeno "Tsk", colocando as mãos nos bolsos da calça. Abriu a boca para retrucar Gehirn, mas decidiu que, dessa vez, deixaria o companheiro em paz. Um pequeno sorriso de lado foi se formando em seu rosto, enquanto os olhos se estreitavam, como um predador focando em uma presa.

-Eles não são muito diferente de nós, Gehirn. Só nobres com títulos pomposos. Se eles sangram, nós podemos matá-los.- Sabia das conversas transcorrendo entre os outros membros sobre as relíquias do leste, os refugiados que venderiam informação e seus últimos tesouros por abrigo, e como os Rozencreux tinham toda intenção de explorá-los. Mas Aldrik simplesmente não se importava. Não lhe estimulava, logo não tinha interesse.- Aposto que haverá uma recepção calorosa esperando por nós lá dentro, então deveríamos parar de perder tempo e ir logo com isso.



I'VE SEEN INSIDE THE TERRORS
and now i can't go back
http://evalinashryver.tumblr.com

29 Re: Lhäsfrein eos'Dasaförv em Qua Fev 14, 2018 1:52 am

Elyss

avatar
Admin. Elyss
Admin. Elyss


O agradecimento mudo perante a desistência do meio-irmão em retrucar seus comentários - não, exposição de fatos - foi logo substituída pela evidente expressão de pressa em suas palavras. Não era o tipo de missão que podia arcar com erros facilmente evitáveis, especialmente depois do que relataram acerca da reunião extraordinária do Ministério mais cedo: os olhos e esforços podiam se virar contra eles rapidamente, e pior do que pensar no que o Império Thyrmmëinn pudesse ter preparado, era pensar neles reunindo forças com Ekalyon por um inconveniente em comum.

- Paciência é uma virtude, jovem nobre. - ele responde, deixando a sombra de um sorriso aparecer de soslaio. Sabia como Aldrik detestava sua história antes de Zeno, mas isso não o impedia de cutucar uma ferida tão convenietemente exposta.

Seguindo direções silenciosas, avançaram da cobertura do bosque que rodeava o caminho até a residência para a lateral da construção. Retirou de um dos vários bolsos de sua cinta um pote de vidro e derramou seu conteúdo sobre a tranca de uma das altas janelas, derretendo o mecanismo apenas com o leve som do metal sendo corroído. Depois disso, foi só questão de abrir a janela e entrar com cuidado para não esbarrar na mobília - a única informação que não consta nas plantas, mas parecia que havia sido pego de surpresa novamente ao notar o quão... Simples, ou minimalista a decoração parecia ser. Particularmente, esperava alguma exuberância da potência do oriente.

http://scraphim.tumblr.com/

30 Re: Lhäsfrein eos'Dasaförv em Qua Fev 14, 2018 2:03 am

Alaena

avatar
Admin. Aelin
Admin. Aelin

Com o comentário de Gehirn sobre seu passado, os dedos de Aldrik se fecharam, as unhas cravejando a palma de suas mão graças à força. Aldrik não existia antes de Zeno, só um garoto sem valor, escondido como algo que deveria se ter vergonha- e se algum dia fora aquele garoto, deixara de ser há muito tempo.  

Esperou o meio-irmão usar sua mágica, cruzando os braços e rodando os olhos. Deuses, sabiam que a casa estava vazia, e mesmo que não estivesse, não era como se não pudessem cuidar de alguns criados. Que diferença fariam entrar arrombando a janela? Iriam percebê-los, de qualquer forma. AO entrar na casa, franziu o cenho e olhou ao redor, desdenhoso. 

-Essa é a grandiosidade de Thyrmëinn?- Disse em voz baixa, o tom carregado de escárnio.- Não amarra nem os cadarços de uma casa de classe média alta de Ralion. Que patético.- Deslizou os dedos por uma das cômodas de madeira e derrubando um relógio de bronze, que fez um leve "thud" ao cair, desinteressado.



I'VE SEEN INSIDE THE TERRORS
and now i can't go back
http://evalinashryver.tumblr.com

31 Re: Lhäsfrein eos'Dasaförv em Qua Fev 14, 2018 2:58 am

Elyss

avatar
Admin. Elyss
Admin. Elyss


Impressionante.

Foi uma questão de segundos entre ter dado as costas para Aldrik para tocar nas paredes da sala onde entraram para ouvir o som advindo da decoração derrubada - e o que fazia seu sangue borbulhar era saber que o meio-irmão era perfeitamente capaz de passar despercebido, contanto que quisesse fazê-lo. Esse não parecia ser o caso.

Havia um brilho mais do que sinistro em seu semblante, mas antes que pudesse proferir qualquer palavra, outro som fez o sangue antes fervente de frustração simplesmente gelar em uma fração de segundos: passos. Recostou-se na parede da porta que levava ao corredor e segurou a respiração, concentrando seus sentidos no som que vinha do corredor. Só que... algo estava errado - esperava ouvir o ritmo de passos apressados de algum empregado que ouviu algo cair e prontamente iria arrumar, mas o que percebeu foram nada mais do que passos calmos, em consonância com alguma música que aparentemente só eles não podiam escutar.



Seus passos eram tranquilos, como o único som que ecoava entre corredores e salas imersas na penumbra da noite que caía. Os cômodos fechados e as pesadas janelas seriam um incômodo para qualquer um que tentasse enxergar na escuridão, mas não era esse seu caso, já que essa era uma companheira antiga. A respiração dos que se autointitulavam "invasores" foi a primeira coisa que chamou sua atenção, muito antes do som do entulho de bronze que inutilmente adornava uma das salas cair no chão - chegou até a pensar em agradecê-los, já que o som dos pesados ponteiros do relógio antigo se movendo chegava a lhe parecer estridente. Não tinha que se preocupar com isso agora.

- Saudações. - disse enquanto passava pela porta da sala, sem, no entanto, sequer se dar ao trabalho de entrar. Seu tom era inquietamente normal, como se provocadamente estivesse alheia à situação. - Meu nome é Heradir var Atille, governanta de suas Altezas Imperiais. Eu atendo a porta, eu limpo a propriedade e, em condições normais, eu tiro o lixo... Mas parece que sua presença é esperada nos jardins internos. Não vão se perder. - ela transmite a mensagem, prosseguindo com seu caminho pelo corredor como uma silhueta que desaparecia nas sombras.

http://scraphim.tumblr.com/

32 Re: Lhäsfrein eos'Dasaförv em Qua Fev 14, 2018 3:09 am

Alaena

avatar
Admin. Aelin
Admin. Aelin

Assim como Gehirn, ficou recostado em um canto, na expectativa... Só para ter seus anseios pisoteados como se não passassem de imundas baratas. A Governanta parara na porta e falar como se não fossem nada. Insignificantes. Baixas ameaças. E a mensagem implícita de que eram lixo fez seu sangue ferver, dando passos rápidos em direção a porta, mas quando virou o corredor, Heradis já havia desaparecido.

- Que diabos...- Sussurrou, balançando a cabeça e virou-se para o meio-irmão.- Eu não sou você, mas há algo muito errado por aqui, Gehirn.



I'VE SEEN INSIDE THE TERRORS
and now i can't go back
http://evalinashryver.tumblr.com

33 Re: Lhäsfrein eos'Dasaförv em Qua Fev 14, 2018 12:50 pm

Elyss

avatar
Admin. Elyss
Admin. Elyss


Mais do que surpresa, mas incredulidade tomaram conta de seu rosto, antes de prestar atenção no que Aldrik tinha para dizer. O comportamento e as falas da tal governanta indicava não só que haviam sido detectados muito antes de entrarem, como também que suas presenças eram esperadas, e pensar nisso fazia um frio subir pela espinha.

- Grande observação Aldrik, algo mais a apontar? - ele retruca, recobrando a postura. Em condições favoráveis, ele abortaria a missão e planejariam tudo novamente para outro momento mais conveniente, mas pensar na reação de Zeno ao interpretar que basicamente fugiram com o rabo entre as pernas depois do contato com uma mera empregada também era pouco convidativo. - Melhor não fazê-los esperar.

Ajeitando o pino da gravata que usava e as luvas de couro nas mãos, ele prosseguiu pelo corredor na direção dos jardins internos.

http://scraphim.tumblr.com/

34 Re: Lhäsfrein eos'Dasaförv em Qua Fev 14, 2018 3:31 pm

Alaena

avatar
Admin. Aelin
Admin. Aelin

Estava sentada num banco de pedra nos jardins, aproveitando o doce perfume dos jasmins enquanto desfrutava o cair da noite. Não achava que algum dia iria se acostumar ao ciclo constante de noite e dia, para uma criança de Ellandrir era tão surreal quanto a lua e as constelações. Constelações! E pensar que os seres dessa terra possuíam mapas e mapas detalhando o céu noturno, desenhos e até mesmo nomes.  Poderia passar todas as horas de escuridão observando-as, traçando-as com o olhar. Era estranho que as sombras não sufocassem o fogo e devorassem as lâmpadas, que havia equilíbrio entre as forças opostas. Talvez nunca se acostumasse com o ciclo, mas com a noite estrelada? Era outra história.

Tantos anos passados em silêncio havia a tornado alerta aos menores barulhos, e o que para outros passariam despercebidos para si eram insuportavelmente claros. Ergueu-se do seu banco, soltando um suspiro. Passos. Então eles haviam chegado. Foram avisados sobre os assassinos de cabelo branco, mas tinha suas dúvidas se estavam ali para matá-los ou apenas em busca de informações. Quaisquer que fossem suas intenções, era melhor cumprimenta-los e tentar convencê-los a se retirarem. Assim, não precisaria haver derramamento de sangue.

Não hoje, pelo menos. 

Fez uma curva em uma cerca viva, e avistou os dois homens de cabelo branco entrando no átrio. Inclinou a cabeça, tomando os detalhes de suas roupas, de sua postura. Pareciam alarmados, o que contrastava com sua própria tranquilidade. Imaginava como pareceria à eles, com seu vestido longo e perolado e a coroa de flores vermelhas em seu cabelo. Ao vê-la, o sem óculos imediatamente sacou uma faca. De novo, suspirou, e ergueu uma mão com cuidado.

- Não sei quem sois, apenas vossa designação. – Afirmou em um tom calmo, a voz suave atravessando o jardim. - Mas peço-vos  que se retirem dessa residência. Não há necessidade de lutas, ou de sangue ser derramado hoje.- Seu pedido era cândido e sincero, e uma coisa era clara: não era por si que fazia o pedido.



I'VE SEEN INSIDE THE TERRORS
and now i can't go back
http://evalinashryver.tumblr.com

35 Re: Lhäsfrein eos'Dasaförv em Dom Fev 18, 2018 5:18 pm

Elyss

avatar
Admin. Elyss
Admin. Elyss


Gehirn estava tenso demais para baixar sua guarda e tomar outro "susto", não que ele fosse admitir que sequer havia sofrido um, com a figura feminina que os esperava no jardim, o que não o impediu de se mostrar alarmado. O pequeno aparato que tinha dentro da manga da vestimenta foi acionado, garantindo-lhe uma pequena lâmina entre os dedos, uma vez que já não sabia o que esperar de Thyrmmëin para abaixar sua guarda, independente do quão inofensivo alguém parecesse.

- Apesar de afirmar saber de nossa designação, ainda faz um pedido desses. - ele comenta, erguendo uma sobrancelha. Não detectava nenhuma sombra de mentira ou truque de quem inferiu ser Aristanae Lhäsfrein eos'Dasaförv, mas havia aprendido que tudo aquilo que não era uma ameaça tinha o potencial de se tornar uma. - Aldrik, livre-se dela. - ele decide, friamente.

http://scraphim.tumblr.com/

36 Re: Lhäsfrein eos'Dasaförv em Dom Fev 18, 2018 5:37 pm

Alaena

avatar
Admin. Aelin
Admin. Aelin

”Aldrik, livre-se dela”. Foi tudo o que ele precisava, como uma criança cujos pais acabaram de dar permissão para atacar o pote de doces. Um sorriso frio e malicioso formou-se em seus lábios, e qualquer dúvida foi arrastada para fora de sua mente pela adrenalina do momento. Sacou sua espada e analisou a Princesa, que mesmo diante da própria morte ainda os olhava com pena. Aquilo, mais do que tudo, o irritou. Quem teria piedade de seus carrasco, daqueles que lhe ceifariam a vida? E o ultraje foi o que no fim o propulsionou.

Em um movimento mais rápido do que olhos humanos poderiam acompanhar, sacou sua espada e avançou, perfurando o coração de Aristanae, logo voltando a posição ao lado de Gehirn e observando-a com desdenhosa satisfação. Diante deles, a Princesa olhou para a espada atravessando-a, para o vestido branco sendo manchado de vermelho. Antes de cair no chão, ela lançou-lhes um sorriso triste, e murmurou como os empregados teriam trabalho no dia seguinte.

Aldrik olhou para o corpo imóvel, no chão, os olhos fechados, e torceu o nariz.

- Desculpe, boneca.- Seu sorriso era cruel e debochado.- O único sangue derramado hoje será o de vocês.



I'VE SEEN INSIDE THE TERRORS
and now i can't go back
http://evalinashryver.tumblr.com

37 Re: Lhäsfrein eos'Dasaförv em Dom Fev 18, 2018 5:47 pm

Elyss

avatar
Admin. Elyss
Admin. Elyss


O golpe foi dado na fração de segundos em que ajustava os óculos de volta para seu lugar, acompanhando de forma indiferente enquanto o agora corpo da Princesa Imperial caía no chão. Talvez tivesse trabalho para explicar isso quando a missão tivesse acabado e retornassem, mas ultimamente, seria Ekalyon que teria de responder pelos danos, e não eles.

- Vamos continuar, a não ser que queira ficar vendo flores. - ele define, dispensando qualquer sentimento de pena ou de remorso. Se havia alguém a ser culpado, era a própria vítima ao sequer imaginar que chegaria a algum lugar com apenas palavras ou sem qualquer defesa.

Voltou a andar, sem interesse em permanecer no jardim interno ao qual foram indicados. Não havia nada de interessante ou que até agora valesse a pequena visita, a não ser pela eliminação de um nobre do Império. Avançou para a segunda ala do prédio, do lado oposto à entrada pela qual chegaram até os jardins, se deparando com uma série de corredores tão sombrios como os outros.

http://scraphim.tumblr.com/

38 Re: Lhäsfrein eos'Dasaförv em Dom Fev 18, 2018 6:04 pm

Alaena

avatar
Admin. Aelin
Admin. Aelin

- O que esses babacas tem contra iluminação básica? - Indagou, rangendo os dentes. Claro, a escuridão facilitava o trabalho que tinham, mas não havia sinal de lâmpadas, mágicas ou elétricas, velas, luzes flutuantes, nada.. Como esperariam ter jantares em um lugar tão sombrio? A sensação de errado entrou pela sua espinha, mas a ignorou. Avançando pelo corredor, deixando para trás o portal em direção no jardim – também a fonte de luz mais forte– foram adentrando a escuridão, só cortada pela pálida luz da lua nova.

Chegarem numa antessala oval, uma encruzilhada de corredores quando uma música começou a tocar, baixa, à distância. Era melódica e lenta, como uma vitrola, mas havia algo fundamentalmente tenso e sinistro nela. Era desconcertante, e aumentou a sensação de erro que então desde a empregada.

- Isso está ficando cada vez mais estranho, Gehirn.- Murmurou, olhando ao redor e analisando os corredores.- Mas música significa gente. Vamos atrás?



I'VE SEEN INSIDE THE TERRORS
and now i can't go back
http://evalinashryver.tumblr.com

39 Re: Lhäsfrein eos'Dasaförv em Dom Fev 18, 2018 6:59 pm

Elyss

avatar
Admin. Elyss
Admin. Elyss


Querendo ou não, outro encontro parecia inevitável, mas estava disposto a tal para conseguir as informações que procuravam, ainda mais para não sair de mãos vazias para o que realmente impotava - como se fosse se vangloriar por só terem sido capazes de matar alguém, príncipe imperial ou não. A melodia que começou a ressoar por um dos corredores, a considerar pelo comportamento da última pessoa com quem encontraram, indicava que não estariam sendo tão aguardados como foram levados a pensar.

- Não parecer haver outra saída. - ele responde, internamente preferindo que, realmente, estivessem no meio de uma missão discreta como inicialmente havia envisionado. Detestava quando seus planos eram bruscamente modificados.

Prosseguiram pelo corredor onde a origem da música parecia estar, as notas aumentando na medida em que se aproximavam do fim, que dava para uma espécie de pequena sala de recepção relativamente pequena, em que só restava o som e o resquício do cheiro do que deveria ser uma lareira há muitas horas apagada. O som do aparelho não era perfeito, provavelmente devido a arranhões no disco contendo a música, o que ocasionavam pequenos tropeços, suspensões abruptas nos sons que só contribuíam para o sentimento de que algo estava, e muito, errado.

Não levou muito tempo até que suas suspeitas fossem confirmadas.



Não foi necessário desembainhar o sabre da desnecessariamente exuberante bainha para acertar, mesmo que de raspão, o intruso de óculos que andava na frente, muito menos interromper a música que tocava. Em um piscar de olhos, o chão pareceu se contorcer no formato de uma estaca contra o Rozencreux, que só tivera tempo de erguer o braço na tentativa de defender o rosto do que, no final, fora só um corte superficial.

Ainda assim, indicava o quão patética era a guarda dos que haviam sido descritos como especialistas. Lembrava do quanto havia demorado a se acostumar a simplesmente se alimentar na presença de outras pessoas quando chegou ali, seus instintos e sua disciplina ainda acesos e dispostos a servi-lo.

- Vejo que optaram por ignorar o conselho que lhes foi oferecido. Em vossa defesa, ela costuma ser bem leve com as palavras, então demora um pouco até levarem-na a sério. - ele diz, pela primeira vez dirigindo a palavra aos "invasores", ou como gostariam de se imaginar.

Na sala, as últimas notas da música começavam a tocar, permitindo que o silêncio, quebrado apenas pelo som da respiração dos indivíduos ali, tomasse conta.

http://scraphim.tumblr.com/

40 Re: Lhäsfrein eos'Dasaförv em Dom Fev 18, 2018 7:16 pm

Alaena

avatar
Admin. Aelin
Admin. Aelin

O instinto o levou a retirar o outro sabe que carregava, amaldiçoando-se por deixar uma arma dentro da princesa. Merda, deixará a guarda baixar ao presumir o quão patética Aristanae fora. Não importava, eram dois contra um, talvez contra dois, se governanta resolvesse dar as caras para auxiliar seus mestres, mas duvidava que fosse alguém relevante num combate. Pessoas criadas para servir muitas vezes não sabiam a primeira coisa sobre batalhas.

- Sua irmã está morta no jardim. Eu mesmo a matei com um sabre desses. O que o faz pensar que vai se sair melhor?- Provocou, os lábios subindo em um sorriso. Mostrava mais confiança do que realmente sentia, na verdade, tudo ali fazia seus instintos gritarem, e correr era o que sua mente mais desejava.



I'VE SEEN INSIDE THE TERRORS
and now i can't go back
http://evalinashryver.tumblr.com

41 Re: Lhäsfrein eos'Dasaförv em Dom Fev 18, 2018 7:45 pm

Elyss

avatar
Admin. Elyss
Admin. Elyss


Era sua vez de abrir um sorriso, cínico que fosse, nos lábios, os olhos castanho-escuros como piscinas sombrias.

- Oh? Estou impressionado, se isso for verdade. Inclusive, acho que ela vos agradeceria, mas não acho que irá se dar ao trabalho. - diz, ainda sem se dar ao trabalho de desembainhar sua arma. "Sua" era um exagero, mas mesmo que se tratasse de uma relíquia inestimável que os superiores no Império lhe garantiram, não seria nada interessante usá-la para assustar dois ratinhos albinos. - Há quem diz existir uma tênue linha entre bravura e estupidez, mas você me faz questionar a presença de qualquer diferença entre esses dois conceitos.

Mal terminara de falar e bateu novamente com a bainha no chão, de onde uma onda, como se uma criatura estivesse debaixo das tábuas do chão da residência, na direção dos irmãos. O corredor também parecia se alargar e afinar, causando uma sensação claustrofóbica, como se fossem ser esmagados a qualquer minuto. A mensagem era clara:

Corra.

http://scraphim.tumblr.com/

42 Re: Lhäsfrein eos'Dasaförv em Dom Fev 18, 2018 8:47 pm

Alaena

avatar
Admin. Aelin
Admin. Aelin


Aldrik já havia visto algumas coisas nessa vida, criaturas e poderes, mas o que o Príncipe fez, afetando tudo ao redor, se fosse uma ilusão, era das mais reais que já vira, e se não fosse... Que tipo de poder era aquele? Sem contar com a pequena informação sobre a Princesa. Ela agradeceria? Se for verdade? Que mais poderia ser? Morte não era barata. Engoliu em seco, dando um passo para trás e trocando um olhar com Gehirn, dando alguns passos à frente e se distanciando do corredor.

Então, veio o som de passos do corredor. Delicados, sem pressa. E quando Aldrik se virou para ver quem se dirigia, um grito de horror ficou preso em sua garganta.



Era uma figura saída dos grandes clássicos de terror, disso, não havia dúvida: o vestido branco ensanguentado e rasgado, a espada usada para assassiná-la ainda fincada em si; reluzia em meio às sombras, com um brilho pálido advindo de si própria, a coroa de flores torta. Inclinou a cabeça, curiosa. Que curiosa, as reações. Que estranhas. Ou, talvez não fossem. Não saberia dizer. Parou na soleira da porta e olhou para as suas próprias roupas.

- Que pena, era um vestido tão bonito.- E sem mais uma palavra, puxou a arma de dentro de si, rodando-a em uma mão. Era leve e afiada, mas inútil. Não havia sinal da ferida em seu peito. Olhou para Celthric e soltou um suspiro resignada.- Nunca escutam, não é mesmo? Chega a ser triste.- Balançou a cabeça e lançou o olhar que refletia pura pena, e apesar de tudo, poderia ser lido como um superior olhando para algo que achava patético.- Eu vos disse. Saiam enquanto podem, porque não será nosso sangue a ser derramado.

Nas suas mãos, a espada enferrujou e virou pó, espalhando-se pelo recinto com uma brisa suave. Os olhos dos assassinos iriam muito. Quem era esse mosntro, com o poder de destruir ao toque?



I'VE SEEN INSIDE THE TERRORS
and now i can't go back
http://evalinashryver.tumblr.com

43 Re: Lhäsfrein eos'Dasaförv em Dom Fev 18, 2018 9:23 pm

Elyss

avatar
Admin. Elyss
Admin. Elyss


Até aquele momento, as palavras do outro príncipe imperial haviam sido recebidas como fruto de gozacao, um cinismo e, ultimamente, a resposta de alguém que não dava a mínima importância para o destino da irmã e compatriota, além de extrema confiança nas próprias habilidades. Era frio, mas previsível e aceitável. Só que suas suposições, suas deduções e inclusive suas mais profundas certezas vieram à baixo quando ouviu a voz que há pouco pertencera à princesa assassinada nos jardins.

Mas lá estava ela, de pé em um corredor que parecia não ter fim, cujas portas e outras saídas começavam a se tornar apenas outras paredes sólidas, como se fossem meros animais encurralados.

“Precisamos sair daqui, agora.” Foi o que sua mente conseguiu organizar em uma frase cientes, garantindo-lhe o foco necessário para o próximo passo. Não era mais questão de vencer, mas de sobreviver.

- Tape o nariz. - ele diz entredentes, o coração batendo tão alto que jurava de tratar de um som vindo de outro lugar. De um dos bolsos de sua conta, um recipiente redondo e escuro foi retirado e jogado contra o chão, espatifando-se e liberando uma fumaça roxa. Não era feito para ser utilizado tão perto de si mesmo, mas precisava correr alguns riscos para o plano dar certo. Usou o lenço do pescoço preso pelo seu broche para tapar o nariz e a boca, já que os óculos lhe garantiriam uma mínima resistência.

http://scraphim.tumblr.com/

44 Re: Lhäsfrein eos'Dasaförv em Dom Fev 18, 2018 9:47 pm

Alaena

avatar
Admin. Aelin
Admin. Aelin

Não precisava ser ordenado duas vezes, fechando o nariz com uma mão e olhando ao redor, alarmado. Seu instinto de sobrevivência gritava, e sentia medo, puro e irrestrito. A morte estava ali, e tinha a face da princesa– viva, viva, ela estava viva. Era impossível. Improvável. Errado. E ainda assim... Agarrou Gehirn com o braço livre e correu, correu por sua vida, entrado em um cômodos ainda aberto  e estilhaçando a janela ao pular, fazendo um buraco no chão. Soltou o meio-irmão e deu um soco no muro, formando uma passagem e correndo noite adentro.

Mais tarde, encontrariam com Zeno. E diriam que a verdade fazia jus às lendas.



I'VE SEEN INSIDE THE TERRORS
and now i can't go back
http://evalinashryver.tumblr.com

45 Re: Lhäsfrein eos'Dasaförv em Sex Mar 09, 2018 3:58 pm

Achlys

avatar
Achlys
Achlys

http://cronicasdevelimir.forumeiros.com/forum

Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo  Mensagem [Página 2 de 2]

Ir à página : Anterior  1, 2

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum